nós.acompanhamento terapêutico | São Paulo - SP | acompanhamentoterapeutico@gmail.com

publicações

artigos

acompanhamento terapêutico

saúde mental

política de saúde mental

Artigos sobre Psicanálise e Acompanhamento Terapêutico
 
Bibliografia sobre Acompanhamento Terapêutico
 

Teses

  • ARAÚJO, Fábio. Um passeio esquizo pelo acompanhamento terapêutico: dos especialismos clínicos à política da amizade. Dissertação (Mestrado em Estudos da Subjetividade) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2005.

  • BAZHUNI, Natasha Frias Nahim. Acompanhamento terapêutico como dispositivo psicanalítico de tratamento das psicoses na saúde mental. 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-30072010-111155/. Acesso em: 2015-03-14.

  • BELLOC, Márcio Mariath. Ato criativo e cumplicidade. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

  • CABRAL, Károl Veiga. Acompanhamento terapêutico como dispositivo da reforma psiquiátrica: considerações sobre o setting. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social e Institucional) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

  • CARNIEL, Aline Cristina Dadalte. O acompanhamento terapêutico na assistência e reabilitação psicossocial do portador de transtorno mental. 2008. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica) – Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-06082008-143012/.

  • FARINHA, Marciana Gonçalves. Acompanhamento terapêutico como estratégia de inserção da pessoa em sofrimento psíquico na comunidade: estudo em um programa de saúde da família. 2006. Tese (Doutorado em Enfermagem Psiquiátrica) – Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-23042007-165338.

  • FIORATI, Regina Celia. Acompanhamento terapêutico: uma estratégia terapêutica em uma unidade de internação psiquátrica. 2006. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica) – Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-04092006-152254/.

  • GERAB, Cristiana Kehdi. A desorientação no Acompanhamento Terapêutico. São Paulo, 2011. 102 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica). Programa de Estudos Pós- Graduados em Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo- PUC-SP, 2011. Disponível em:http://www.sapientia.pucsp.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=13497.

  • GHERTMAN, Iso Alberto. Aproximações a uma metapsicologia freudiana da escuta: ressonâncias a partir do campo do acompanhamento terapêutico. 2009. Dissertação (Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-17122009-090757/.

  • GONÇALVES BENEVIDES, Laura. A função de publicização do acompanhamento terapêutico na clínica. O contexto, o texto e o fora-texto do AT. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.

  • HERMANN, Mauricio Castejon. Acompanhamento terapêutico e psicose: um articulador do real, simbólico e imaginário. 2008. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-01122009-105523/.

  • MARINHO, Débora Margarete. Acompanhamento terapêutico: caminhos clínicos, políticos e sociais para a consolidação da reforma psiquiátrica brasileira. 2009. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica) – Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7134/tde-14082009-092412/.

  • NOGUEIRA, Anamaria Batista. O acompanhamento terapêutico na psicose: possibilidades de uma orientação analítica. 2007. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2007.

  • PALOMBINI, Analice de Lima. Vertigens de uma psicanálise a céu aberto: a cidade. Contribuições do acompanhamento terapêutico à clínica na reforma psiquiátrica. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) – Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007. Disponível em http://www.pepas.org/teses/vertigens_deuma_psicanalise.pdf.

  • PARRA, Luciana Sime. Atando laços e desatando nós: reflexões sobre a função do acompanhamento terapêutico na inclusão escolar de crianças autistas. 2009. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

  • RAMOS, Fernanda Quirino. Reflexões sobre o potencial terapêutico dos encontros com crianças e adolescentes em situação de rua no centro da cidade de São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-06102011-151650.

  • REIS NETO, Raymundo de Oliveira. Acompanhamento terapêutico: emergência e trajetória histórica de uma prática em saúde mental no Rio de Janeiro.Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1995.

  • SANTOS, Ricardo Gomides. Acompanhamento terapêutico de pacientes neurológicos: uma experiência de ensino em psicanálise. 2013. Tese (Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-08102013-144925/. Acesso em: 2015-03-14.

  • SERENO, Deborah. Acompanhamento terapêutico de pacientes psicóticos: uma clínica na cidade. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

 

Livros

 

  • ANTUNEZ, Andres Eduardo Aguirre. Acompanhamento terapêutico: casos clínicos e teorias. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011.

  • ARAÚJO, Fábio. Um passeio esquizo pelo acompanhamento terapêutico: dos especialismos à política da amizade. Niterói: 2007.

  • BARBIERI, Natalia Alves; BAPTISTA, Carolina Guimarães de. Travessias do tempo: acompanhamento terapêutico e envelhecimento. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2013.

  • BARRETO, Kleber Duarte. Ética e técnica no acompanhamento terapêutico: andanças com Dom Quixote e Sancho Pança. São Paulo: Unimarco, 2006.

  • BAZHUNI, Natasha Frias Nahim. Circunscrevendo o campo diverso, divergente e diferente do acompanhamento terapêutico. São Paulo: Biblioteca 24 horas, 2011.

  • BELLOC, Márcio Mariath; CABRAL, Karol Veiga; MITTMANN, Nauro; PELICCIOLI, Eduardo (Org.). Cadernos de AT: uma clínica itinerante. Porto Alegre: Grupo de Acompanhamento Terapêutico Circulação, 1987.

  • CARVALHO, Sandra Silveira. Acompanhamento terapêutico: que clínica é essa? São Paulo: Annablume, 2004.

  • CAUCHIK, Maria Paula. Sorrisos inocentes, gargalhadas horripilantes: intervenções no acompanhamento terapêutico. São Paulo: Annablume, 2003.

  • CHAUÍ-BERLINCK, Luciana. Caminhos do acompanhamento terapêutico: os novos andarilhos do bem. São Paulo: Autêntica, 2012.

  • EQUIPE de acompanhantes terapêuticos do hospital-dia A Casa (orgs.). A rua como espaço clínico. São Paulo: Escuta, 1991.

  • EQUIPE de acompanhantes terapêuticos do hospital-dia A Casa (orgs.). Crise e cidade: acompanhamento terapêutico. São Paulo: EDUC, 1997.

  • FOSARELLI, Pat. Acompañando a niños con enfermedades graves y a sus familias. Lumen Grupo Editorial. ISBN: 987-00-0474-1. Argentina, 2005.

  • HERMANN, Maurício Castejón et al. Acompanhamento terapêutico. São Paulo: Zagodoni, 2013.

  • HERMANN, Maurício Castejón. Acompanhamento terapêutico e psicose: articulador do real, simbólico e imaginário. São Bernardo do Campo: Metodista, 2010.

  • IAMIN, Solange Regina Signori. Manual de acompanhamento terapêutico: contribuições teórico-práticas para aplicabilidade clínica. São Paulo: Santos, 2012.

  • LONDERO, Igor et al. Acompanhamento terapêutico: teoria e técnica na terapia comportamental e cognitivo-comportamental. São Paulo: Santos, 2010.

  • MANSON, Frederico; ROSSI, Gustavo; PULICE, Gabriel et alli (org.). Eficacia Clínica del Acompañamiento Terapéutico. Buenos Aires: Polemos Editorial, 2002.

  • MAUER, Susana, Kuras de; RESNIZKY, Silvia. Territórios do acompanhamento terapêutico. Buenos Aires: Letra Viva, 2009. Tradução da versão em português por Maíra Guará.

  • MAUER, Susana Kuras de; RESNIZKY, Silvia. Acompanhantes terapêuticos e pacientes psicóticos. Campinas: Papirus, 1987. Trabalho originalmente publicado em 1985.

  • PALOMBINI, Analice de Lima; JOVER, Eliane Rivero; RICHTER, Ernesto Pacheco et al. Acompanhamento terapêutico na rede pública: a clínica em movimento. Porto Alegre: UFRGS, 2004.

  • PITIÁ, Ana Celeste de Araújo. Acompanhamento terapêutico: a construção de uma estratégia clínica. São Paulo: Vetor, 2005.

  • POSSANI, Tania. Acompanhamento terapêutico: a clínica como acontecimento. São Paulo: Dobra, 2012.

  • PULICE, Gabriel O. Fundamentos clínicos do acompanhamento terapêutico. São Paulo: Zagodoni, 2012.

  • PULICE, Gabriel e ROSSI, Gustavo. Acompañamiente Terapéutico: Aproximaciones a su conceptualización, presentación de material clínico. Buenos Aires: Polemos Editorial, 1997.

  • ROSSI, Gustavo Pablo. Acompañamiento Terapéutico: lo cotidiano, las redes y sus interlocutores. Buenos Aires: Editorial Polemos, 2007.

  • SANTOS, Ricardo Gomes (org.). Textos, texturas e tessituras no acompanhamento terapêutico. São Paulo: Hucitec, 2006.

  • SCHNEEROFF, Susana e EDELSTEIN, Sonia. Manual didáctico sobre acompañamiente terapéutico: Introducción a técnicas y estrategias de abordaje clínico. Buenos Aires: Akadia Editorial, 2004.

  • ZAMIGNANI, Denis; Kovac, Roberta; VERMES, Joana Singer (orgs.). A clínica de portas abertas: experiências e fundamentação do acompanhamento terapêutico e da prática clínica em ambiente extraconsultório. São Paulo: Paradigma, 2007.

Artigos

  • Carmo, Mariana Magalhães do. Acompanhamento terapêutico na escola: do pedido à demanda. In: O psicanalista: na instituição, na clínica, no laço social e na arte. Michele Roman Faria (org), vol. 2, p.71-81, 2018.
     

  • ENGEL, Daiane; GHAZZI, Mercês Sant’Anna; SILVA, Heloisa Cardoso da. Acompanhamento Terapêutico e a Relação Mãe-Bebê. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 34, n. 4, Dec. 2014 . Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-98932014000401045&script=sci_abstract&tlng=pt.

  • ESTILOS DA CLÍNICA. Revista sobre a Infância com Problemas. Dossiê: Acompanhamento terapêutico, São Paulo, v. X, n. 19, p.60-83, 2. semestre 2005.

  • Grossi dos Santos, Lúcia; Meirelles Motta, Juliana; Bechelany Dutra, Maria Cristina. Acompanhamento terapêutico e clínica das psicoses. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, vol. VIII, n.3, setembro de 2005, pp. 497-514. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=233017541007.

  • Psychê. Revista de Psicanálise. São Paulo: Unimarco, ano X, n.18, set. 2006.

  • Pulsional Revista De Psicanálise. São Paulo: Editora Escuta, ano XV, n.162, out. 2002.

  • Simões CHD, Kirschbaum DIR. Produção científica sobre o acompanhamento terapêutico no Brasil de 1960 a 2003: uma análise crítica. Rev Gaúcha Enferm, Porto Alegre (RS), 2005 dez; 26(3):392-402. (Disponível em:http://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/download/4569/2496).
     

  • Spagnoulo, Lenara Spedo. "Ela veio só para socializar?":reflexões sobre o acompanhamento terapêutico na escola. In: O psicanalista: na instituição, na clínica, no laço social e na arte. Michele Roman Faria (org), vol. 2, p. 47-54, 2018.

  • VASCONCELOS, M. F. F.; MACHADO, D. O.; MENDONÇA, M. Acompanhamento terapêutico e reforma psiquiátrica: questões, tensões e experimentações de uma clínica antimanicomial. Psicologia e Sociedade, 25 (n. esp. 2) 95-107. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v25nspe2/v25nspe2a13.pdf.

  • VELOZO, Renata Simões; SERPA JÚNIOR, Octávio Domont. O Acompanhante Terapêutico “em ação” no campo público da assistência em saúde mental. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, v.IX, n.2, p.318-338, jun.2006.

 
Bibliografia sobre Saúde Mental
  • ALBERTI, Sonia e FIGUEIREDO, Ana Cristina (orgs.) (2006), Psicanálise e Saúde Mental uma aposta, Rio de Janeiro: Companhia de Freud.

  • AMARANTE, Paulo (2007). Saúde Mental e Atenção Psicossocial. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz.

  • AMARANTE, Paulo (1998). Loucos pela vida: a tragetória da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz.

  • AMARANTE, P. (org) (1994). Psiquiatria social e Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro, Fiocruz.

  • AMARANTE, P. e BEZERRA (1992). Psiquiatria sem hospício. RJ, Relume/Dumará.

  • AMARANTE, P. (1996). O homem e a serpente – outras histórias para a loucura e a psiquiatria. Rio de Janeiro, Fiocruz.

  • ANGERAMI, Valdemar Augusto (org) (1983) Crise, Trabalho e Saúde Mental no Brasil. Série Psicoterapias Alternativas. São Paulo, Traço Editora.

  • BARBALET, J.M (1991) A cidadania. Lisboa, Estampa.

  • BARNES, Mary e BERKE, Joseph. (1983). Viagem Através da Loucura. Rio de Janeiro, Francisco Alves.

  • BASAGLIA, Franco (1985). A instituição negada. Rio de Janeiro, Graal.

  • BASAGLIA, Franco (1979). A Psiquiatria Alternativa: contra o pessimismo da razão o otimismo da prática. Conferências no Brasil. São Paulo, Editora Brasil Debates.

  • BENOIT, Jean-Claude. (1994). Angústia Psicótica e Sistema Familiar. Campinas. Editorial Psy II.

  • BERCHERIE, P. (1989) Os fundamentos da clínica, história e estrutura do saber psiquiátrico. Rio de Janeiro, Zahar.

  • BERENSTEIN, Isidoro (1988) Família e doença mental. São Paulo, Editora Escuta.

  • BERLING, G. (1976) Psiquiatria e poder. Belo Horizonte, Interlivros.

  • BIRMAN, Joel (1978) A psiquiatria como discurso da moralidade .Rio de Janeiro, Graal.

  • BLEGER, José (1984). Psico-higiene e Psicologia Institucional. Porto Alegre, Artes Médicas.

  • BOTEGA, Neury e DALGALARRONDO, Paulo (1993). Saúde Mental no Hospital Geral – Espaço para o Psíquico. SP, Editora Hucitec.

  • CARRARA, Sérgio (1988). Crime e Loucura. Dissertação de mestrado. Museu Nacional/UFRJ.

  • CASTEL, Robert (1978). A Ordem Psiquiátrica: a idade de ouro do alienismo. Rio de janeiro, Graal.

  • CLEMENT, Catherine e KAKAR, Sudhir. (1997). A Louca e o Santo. Rio de Janeiro, Relume/Dumará.

  • CIRINO, Oscar (2001). Psicanálise e Psiquiatria com crianças – desenvolvimento ou estrutura. Belo Horizonte: Autêntica.

  • COHEN, Cláudio e alli (org). (!996). Saúde Mental, Crime e Justiça. SP, EDUSP.

  • COOPER, David. Psiquiatria e antipsiquiatria. SP, Perspectiva, s/d.

  • COOPER, David (1974). Gramática da Vida. Lisboa, Editorial Presença.

  • COOPER, David (1986). A morte da família. SP, Martins Fontes.

  • CRIANÇA / ENFANCE – UMA TRAGETÓRIA DE PSIQUIATRIA INFANTIL, História da Comunidade Terapêutica Enfance e da Associação Pró – reintegração Social da Criança, SP, 2002.

  • DEJOURS, Cristophe (1987) A loucura do Trabalho. SP, Cortez/Oboré.

  • DELGADO,Jaques (org). (1991). A Loucura na Sala de Jantar. SP, Editora Resenha.

  • DELGADO, Pedro Gabriel (1992). As Razões da Tutela – Psiquiatria, justiça e cidadania do louco no Brasil. Rio de Janeiro, Te Corá.

  • DESVIAT, M. (1999). A Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz.

  • FERREIRA, Iraydes. Reabilitação profissional e Serviço Social. São Paulo, Cortez.

  • FIGUEIRA, Sérvulo Augusto (1978) Sociedade e doença mental .Rio de Janeiro, Campus.

  • FIGUEIREDO, Ana Cristina (1997). Vastas confusões e atendimentos imperfeitos – a clínica psicanalítica no ambulatório público. Rio de Janeiro: Relume-Dumará.

  • FOUCAULT, Michel (1977). O nascimento da clínica. Rio de Janeiro, Forense Universitária.

  • FOUCAULT, Michel (1972). História da Loucura na idade clássica. São Paulo, Editora Perspectiva.

  • FOUCAULT, Michel (1984). Vigiar e Punir. Petrópolis, Vozes.

  • FOUCAULT, Michel (1988). Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão. Rio de Janeiro, Graal.

  • FOUCAULT, Michel (1989 ). Microfísica do poder. Rio de Janeiro, Graal.

  • FREIRE COSTA, Jurandir (1980). História da psiquiatria no Brasil. Rio de Janeiro, Campus.

  • GOFFMAN, Irving. (1975). Estigma: notas sobre a manipulação da identidade. Rio de Janeiro, Zahar.

  • GOFFMAN, Irving(1961). Manicômios, Prisões e Conventos. SP, Editora Perspectiva.

  • GOLDBERG, Jairo (1996). Clínica da psicose – um projeto na rede pública. Rio de Janeiro: Te Corá Editora: Instituto Franco Basaglia, 2ª edição.

  • JAMISON, Kay Redfield (1996). Uma mente inquieta. São Paulo, Martins Fontes.

  • KALIL, Maria Eunica Xavier (org). (1992). Saúde Mental e Cidadania no Contexto dos Sistemas Locais de Saúde. SP/Salvador, Hucitec.

  • LANCETTI, Antonio (2006). Clínica Peripatética. São Paulo, Editora Hucitec.

  • LOBOSQUE, Ana Marta (1997). Princípios para uma clínica antimanicomial e outros escritos. São Paulo. Hucitec.

  • MARSIGLIA, G. e alli. (1990). Saúde Mental e Cidadania. SP, Edições Mandacarú.

  • PANKOW, Gisela. (1989). O Homem e Sua Psicose. Campinas. Papirus Editora.

  • PELBART, Peter Paul (1993). A Nau do Tempo Rei. Rio de Janeiro, Ed.Imago.

  • PEREIRA, João Frayze (1993). O que é loucura? São Paulo: Brasiliense, 9ª ed.

  • PITTA, Ana. (1994). Hospital – dor e morte como ofício. São Paulo, Editora Afiliada, terceira edição.

  • PITTA, Ana (org) (1996). Reabilitação Psico-social no Brasil. São Paulo, Editora Hucitec, Coleção SaúdeLoucura 10.

  • QUINET, Antonio (org.) (2001). Psicanálise e Psiquiatria: controvérsias e convergências. Rio de Janeiro: Rios Ambiciosos, 2001.

  • REVISTAS SAÚDELOUCURA, São Paulo: Editora Hucitec.

  • RIBEIRO, Herval Pina. O hospital: história e crise. SP, Cortez.

  • ROTELLI, Franco et alli. (1990). Desinstitucionalização. SP, Editora Hucitec.

  • SARACENO, Benedetto et alli (1997). Manual de Saúde Mental. São Paulo, Editora Hucitec.

  • SANTOS, Nelson Garcia. (1994). Do Hospício à Comunidade: Políticas Públicas de Saúde Mental. Ilha de Santa Catarina, Letras Contemporâneas.

  • SERRANO, Alan Indio. (1982). O que é psiquiatria alternativa. São Paulo, Brasiliense, coleção Primeiros Passos.

  • SILVEIRA, Nise da (1992). O mundo das imagens. São Paulo: Editora Ática, 1992.

  • SONTAG, Susan. (1984) A doença como metáfora. Rio de Janeiro, Graal.

  • TENÓRIO, Fernando (2001). A Psicanálise e a Clínica da Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Rios Ambiciosos.

  • TUNDIS,S.A.& COSTA,N.R. (1984). Cidadania e loucura – políticas de saúde mental no Brasil. Petrópolis, Vozes/ABRASCO.

  • VASCONCELOS, Eduardo Mourão(Org). (2005). Reinventando a Vida: Narrativas de recuperação e convivência com o transtorno mental. Rio de Janeiro, EncantArte.

  • VIEIRA, M. C. T. et all (1999), Tecendo a rede: trajetórias da Saúde Mental em São Paulo. Taubaté/SP: Cabral Ed.Universitária.

Bibliografia sobre Política de Saúde Mental